quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Deus atua de maneiras diferentes - parte 2













Não faltou farinha na tigela nem azeito no jarro. 1 Reis 17:16.

      George Müller ficou conhecido como o homem que tinha as orações sempre respondidas. Certa vez, enquanto viajava de navio para o Canadá, foi conversar com o comandante
      – Comandante – disse Müller –, como o senhor sabe, hoje é quarta-feira e vim dizer-lhe que preciso estar em Quebec no sábado à tarde.
      – Impossível! – respondeu o comandante.
      – Muito bem, se o seu navio não pode levar-me, Deus achará um outro meio. Durante os últimos 57 anos nunca deixei de honrar um compromisso.
      – Eu realmente gostaria de ajudá-lo, mas o que posso fazer?
Müller encarou o homem e disse com voz firme:
      – Venha aqui dentro que nós vamos orar.
      O comandante pensou por um momento que Müller estivesse bêbado ou que havia enlouquecido. Então ele disse:
      – Sr. Müller, o senhor não percebe que a neblina está muito espessa?
      – Não – respondeu ele –, os meus olhos não estão na neblina, mas no Deus vivo que governa todas as circunstâncias de nossa vida.
      O Sr. Müller caiu de joelhos e orou de forma simples: “Senhor, se for da Tua vontade, retira esta neblina dentro de cinco minutos. Tu sabes que tenho um compromisso em Quebec no sábado. Creio também que seja esta a Tua vontade.”
      Quando o comandante ia pronunciar alguma forma de oração, Müller o interrompeu, dizendo:
      – Comandante, primeiro o senhor não crê que Deus possa fazer o que pedi, e, em segundo lugar, creio que Ele já o fez. Conheço o meu Deus há 57 anos e todos os dias tenho uma audiência com Ele. Levante-se, por favor, abra a porta e verá que a neblina já passou.
      O comandante olhou atônito para fora e percebeu que Müller estava certo. No sábado à tarde, George Müller estava em Quebec.
      Algum tempo depois, aquele comandante disse a alguém: “O que aconteceu naquele dia foi tão extraordinário, que ocasionou uma transformação em minha vida como cristão”.

      Deus ainda realiza feitos incríveis na vida de seus filhos. Que tal entregar seu coração a Ele mais uma vez?

Fernando Beier

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Deus atua de maneiras diferentes
















Você terá água do riacho para beber; e eu mandei que os corvos levem comida para você ali. 1 Reis 17:4.

      Deus às vezes têm um jeito todo peculiar de cuidar dos Seus filhos. O profeta Elias experimentou isso. Imagine ser alimentado por corvos? É claro que apenas o cristão crê que Deus pode agir dessa maneira. O homem moderno não acredita no sobrenatural; na verdade, há muitas pessoas que nem sequer acreditam em Deus. 
      O cristão não tem de ter vergonha em expor sua convicção que Deus é capaz de alimentar alguém através de corvos. Para aquele que aceita a Bíblia como relato da verdade de Deus, os milagres são possíveis e ainda podem acontecer nos dias de hoje.
      Certo vez, em Nova Delhi, na Índia, um pastor recebeu um telegrama em que se pedia que ele conseguisse uma permissão de entrada no país vizinho para um outro obreiro que estava chegando.
      O pastor ficou preocupado, pois tal permissão era extremamente difícil de ser concedida. Orou a Deus pedindo ajuda. Uma voz então lhe falou: “Vá ao embaixador! Vá ao embaixador!”
      A voz era tão real que o pastor resolveu ir à embaixada mais próxima pedir a tal permissão.
      – Sinto muito – disse a recepcionista –, o embaixador não está em seu escritório hoje, pois foi a Calcutá.
      O pastor voltou desapontado para a Missão. Precisava daquela permissão de qualquer maneira.
“Vá ao embaixador! Vá ao embaixador!” disse a voz novamente.
      Meia hora depois, o pastor estava de novo em frente à embaixada. Driblando a recepcionista, conseguiu chegar até a secretária.
      – Lamento – disse ela –, o embaixador não está no escritório hoje. Ele foi a Calcutá.
      Contudo, a voz continuava lhe dizendo: “Vá ao embaixador! Vá ao embaixador!”
      Confuso, o pastor começou a murmurar baixinho: “O que posso fazer, Senhor? Todos dizem que o embaixador não está aqui. Quem mais poderia me ajudar?”
      Nesse momento, passou em sua frente o adido militar, e o pastor resolveu perguntar sobre o embaixador. Esse homem era um cristão. Admitiu que o embaixador ainda estava em Nova Delhi, mas prometeu ao pastor uma entrevista com ele. Alguns dias depois, o passaporte havia sido arranjado.
      A promessa do cuidado de Deus ainda é valida. Se uma voz lhe disser hoje “Vá a Jesus! Vá a Jesus!”, eu lhe aconselho a ir!


Fernando Beier

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Descobertas arqueológicas confrontam o evolucionismo










Neste mês foram feitas duas descobertas arqueológicas que desafiam muito do que defende a teoria da Evolução. O cientista cristão Mark Armitage foi demitido da Universidade Estadual da Califórnia (UEC), em Northridge (Estados Unidos), por questionar a idade dos dinossauros. Durante uma escavação no Estado de Montana, foi encontrado um chifre de Tricerátopo. Ao analisar o achado com um microscópio, ele encontrou tecidos moles na amostra. A teoria de Armitage, que é criacionista, sempre foi que os dinossauros possuem milhares de anos e não 60 milhões de anos, como os darwinistas acreditam. A descoberta de tecidos moles em um dinossauro deixou espantados os membros do departamento de biologia da universidade e os estudantes. Afinal, a presença desses tecidos leva a crer que os dinossauros viviam no planeta há relativamente pouco tempo. Contrariada, a UEC decidiu demiti-lo e o caso ganhou mais repercussão pelo que aconteceu com o pesquisador do que pelo achado em si.

Poucos dias depois, arqueólogos que trabalham na Noruega encontraram um esqueleto humano de 8.000 anos que pode ter partes do cérebro fossilizadas. O autor da descoberta, Gaute Reitan, afirmou que “ainda é cedo” e que “precisa de ajuda nesse estudo”.

Caso seja confirmado, o achado será um desafio significativo para os que negam a veracidade do dilúvio bíblico. A equipe de cientistas ligados à Universidade de Oslo passou dois meses cavando em uma área de fiorde perto da capital. Conforme relatado pela Norwegian Broadcasting, eles desenterraram vários fósseis, incluindo restos de ossos antigos e outros materiais biológicos.

A surpresa maior veio quando eles notaram a presença de tecidos moles dentro de um crânio pequeno, que pode ser de uma criança. Outros esqueletos de adultos foram desenterrados no mesmo local. Reitan explica que os métodos de datação indicam que as amostras retiradas nas primeiras escavações, incluindo os restos de cérebro, têm cerca de 8.000 anos de idade. São, portanto, a descoberta mais antiga de esqueletos na Escandinávia e pode ensinar muito sobre como viviam os habitantes da região nesse período.

Brian Thomas, cientista do Instituto de Pesquisas da Criação (ICR), diz que somente o método de datação segundo a cronologia bíblica permitiria que isso acontecesse. “A narrativa bíblica sobre o que ocorreu após o dilúvio fornece as condições únicas necessárias para mineralizar órgãos macios antes que os tecidos se desintegrem totalmente.”

Thomas afirma ainda que o achado dos noruegueses é semelhante a uma descoberta de 2010, quando remanescentes cerebrais foram encontradas no fóssil de um macaco africano que teria supostamente 1.900.000 anos de idade. Essas descobertas, argumenta Thomas, não concordam com o calendário evolutivo.

“Segundo o quadro bíblico”, escreveu Thomas, “os fósseis encontrados tanto neste sítio arqueológico norueguês quanto no africano foram enterrados depois do dilúvio. Eles teriam, portanto, menos de 4.500 anos de idade”. 

Com informações de Christian News e Live Science.

Fonte: Gospel Prime

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Cristãos ameaçados no Iraque

 
 
 
 
 
 
 
 
Texto de Rodrigo Constantino
 
         Militantes do grupo extremista sunita Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) ampliaram as conquistas no norte do Iraque nesta quinta-feira, tomando mais cidades e fortalecendo sua posição próxima à região curda, em uma ofensiva que tem preocupado o governo de Bagdá e potências regionais. O avanço forçou milhares de residentes da maior cidade cristã do Iraque, Qaraqosh, a fugirem, temendo estarem sujeitos às demandas dos jihadistas feitas em outras áreas tomadas: ir embora, converter-se ao islã ou ser executado. 
         O EIIL, que é considerado ainda mais extremista do que a Al Qaeda, vê a maioria xiita do Iraque, e minorias como cristãos e yazidis, como infiéis. O grupo militante disse em comunicado em sua conta no Twitter que os combatentes haviam tomado quinze cidades, uma estratégica represa no rio Tigre e uma base militar, em uma ofensiva começada no fim de semana e que se prolongaria até a “vitória final”. Autoridades curdas, no entanto, disseram que suas forças ainda controlam a represa de água potável.
        Não espere, caro leitor, manifestações solidárias aos cristãos no Iraque. Não espere inúmeros artigos dos “intelectuais” chamando a atenção para esse ataque absurdo. Não espere que a esquerda se mobilize em prol dos “direitos humanos”, condenando veementemente os terroristas islâmicos. Não espere discursos inflamados na ONU. Não espere encenações de profunda indignação com a vida de mulheres e crianças correndo perigo só pela opção religiosa. Não espere acusações de “genocídio”.
         Afinal, nada disso serviria como dividendo político para atacar os Estados Unidos, obsessão patológica dos “humanitários” de esquerda. Não serviria para cuspir no Ocidente, passatempo preferido de quem desfruta de todas as conquistas ocidentais inexistentes nos países islâmicos. Não serviria para usar um povo – o judeu – como bode expiatório para todos os males do mundo. Não serviria para criar a narrativa maniqueísta de “poderosos capitalistas” contra “pobres vítimas”.
         Então, você não verá nada, nem uma só palavra de apoio aos cristãos iraquianos. Sabemos disso, pois ocorreu antes, em outros países islâmicos, e a esquerda humanista não deu uma palavra de apoio às vítimas. É nessas horas que toda a hipocrisia e a verdadeira agenda dessa gente vêm à tona…
 
 
Fonte: Veja.abril.com.br

terça-feira, 5 de agosto de 2014